7 mitos e verdades sobre o câncer: A Samel esclarece neste artigo

samelblog
10 de março de 2022

O câncer é uma doença que costuma assustar quem recebe o diagnóstico. Muitas vezes, esse medo é justificado pela associação que muitas pessoas fazem entre a doença e as chances de morte. Entretanto, nem tudo o que ouvimos por aí realmente faz sentido. Existem muitos mitos e verdades sobre o câncer que precisamos esclarecer. 

Neste artigo, a Samel Planos de Saúde reuniu os principais deles atribuídos à doença. Continue a leitura e saiba mais!

7 mitos e verdades sobre o câncer

Você certamente já deve ter ouvido falar que o câncer é uma doença que passa dos pais para os filhos. Na verdade, a história não é bem essa e precisamos esclarecer o que de fato procede e o que não procede sobre a doença. Acompanhe os principais mitos e verdades sobre o câncer:

1. Câncer é uma doença hereditária

Mito. A doença em si não passa dos pais para o filho. O que pode ocorrer em alguns casos é a chamada predisposição genética. Ou seja, o pai ou a mãe possui um gene que pode influenciar o surgimento de cânceres, e os filhos podem herdá-lo. 

No entanto, isso não significa que necessariamente os filhos desenvolverão a doença. Significa que eles têm mais chances de serem acometidos do que quem não possui essa predisposição.

As chances de um filho gerado naturalmente herdar a predisposição é de cerca de 50%. No entanto, a chance de vir a desenvolver câncer ao longo da vida pode variar bastante e depende do gene envolvido.

Nós já falamos sobre isso em um outro artigo, que você pode conferir clicando aqui

2. Amamentar reduz as chances de câncer de mama

Verdade. Durante o período de aleitamento, as taxas de hormônios que favorecem esse tipo de câncer reduzem bastante. Além disso, outras mudanças ocorrem no corpo da mulher, promovendo a renovação de células que poderiam oferecer riscos de desenvolver a doença. 

3. Câncer é contagioso

Mito. Não existe nenhum tipo de câncer que seja transmissível de pessoa para pessoa. No entanto, existem vírus que podem favorecer o surgimento de câncer, como o de colo do útero. 

Esse tipo de câncer é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV (chamados de tipos oncogênicos). A infecção ocorre por via genital e, em alguns casos, podem favorecer alterações celulares na região e evoluir para o câncer. 

Mas é importante saber que essas alterações podem ser descobertas facilmente por meio do exame papanicolau e são curáveis na quase totalidade dos casos. Isso depende da realização periódica de exames preventivos. 

Leia também:

Hormônio da pílula anticoncepcional diminui chance de câncer de mama, dizem cientistas

Fatos que você não conhecia sobre o exame de papanicolau 

4. Homens também podem ter câncer de mama

Verdade. Embora raro, o câncer de mama também pode acometer homens. Isso ocorre em aproximadamente 1% dos casos, ou seja, 1 caso para cada 100 diagnósticos da doença. Clique aqui e saiba mais sobre o câncer de mama em homens

5. Exame de toque retal reduz a virilidade

Mito. Não existe qualquer relação entre o exame de toque retal e o surgimento de câncer. Na verdade, essa não passa de uma falsa informação que tem como objetivo causar medo em quem precisa realizar o exame.

Portanto, não existe motivo nenhum para deixar de fazer o exame. O exame de toque retal, quando realizado regularmente, ajuda a detectar o câncer de próstata ainda na fase inicial, principalmente nos homens com mais de 50 anos.  

6. Sobrepeso é um fator de risco para o câncer

Verdade. De acordo com um estudo publicado no New England Journal of Medicine, em 2016, o sobrepeso e a obesidade aumentam o risco de 13 tipos de câncer. 

A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) já havia afirmado que pessoas acima do peso tinham probabilidade maior de desenvolver câncer no rim, intestino, mama, útero e esôfago. 

Com a análise de mais de 1000 estudos com essa temática, oito órgãos entraram para a lista de potenciais riscos de câncer relacionados ao sobrepeso e obesidade: 

  • Fígado;
  • Pâncreas;
  • Estômago;
  • Sangue;
  • Vesícula;
  • Tireoide;
  • Cérebro. 

7. Câncer tem cura

Verdade. Atualmente, os estudos científicos têm proporcionado grandes descobertas e muitas delas relacionadas a tratamentos que podem curar o câncer. 

As chances de ter sucesso em um tratamento para a doença depende de alguns fatores. O principal deles é o momento da descoberta. Quanto antes o câncer for diagnosticado e iniciado o tratamento, maiores as chances de cura. 

É por isso que o Ministério da Saúde, em parceria com diversas instituições, realizam campanhas o ano todo, que alertam a população sobre a importância de fazer exames regularmente. 

Falando nisso, seus exames estão em dia? Não deixe para depois. 

Agora que você já conhece os mitos e verdades sobre o câncer, compartilhe este conteúdo com os seus amigos. E não deixe de acompanhar o blog da Samel. Leia também: 7 exames preventivos que todo homem deve incluir na rotina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

O câncer é uma doença que costuma assustar quem recebe o diagnóstico. Muitas vezes, esse medo é justificado pela associação que muitas pessoas fazem entre a doença e...

O câncer é uma doença que costuma assustar quem recebe o diagnóstico. Muitas vezes, esse medo é justificado pela associação que muitas pessoas fazem entre a doença e...

MAIS LIDAS

Resultados apontam redução no tempo médio de internação, no número de mortes e na realização ...

A nova cepa do coronavírus foi identificada no Reino Unido, mas já está presente em ...

Samel trouxe dicas de especialistas para te ensinar como recuperar olfato e paladar perdidos durante ...