Como surgiu o Outubro Rosa? Conheça a história do movimento

samelblog
21 de outubro de 2021

Todos os anos, diversas instituições públicas e privadas se unem no mês de outubro com um só objetivo: conscientizar a população, especialmente as mulheres, sobre o câncer de mama. O movimento é global e conhecido por ser um dos maiores movimentos do mundo sobre saúde. Mas você sabe como surgiu o Outubro Rosa?

Neste artigo que a Samel preparou, você vai conhecer a história do movimento e a sua importância para a saúde pública. Acompanhe!

Como surgiu o Outubro Rosa?

A origem do movimento remonta à década de 1990, nos Estados Unidos, onde vários estados realizavam ações isoladas de mamografia no mês de outubro. A campanha mobilizava diversas instituições com objetivo de promover a saúde das mulheres.

Com a aprovação do Congresso Americano, o mês de outubro passou a ser oficialmente o mês nacional dedicado à campanha. 

A Fundação Susan G. Komen for the Cure, uma das apoiadoras da causa, passou a distribuir um laço cor-de-rosa para as participantes da Corrida pela Cura, realizada em Nova York com mulheres que venceram o câncer. 

Desde então, o laço rosa passou a ser usado como símbolo da campanha. 

Iluminação de prédios e monumentos públicos

Com a adesão cada vez maior do público, o movimento começou a se espalhar pelo mundo. Aos poucos, a mobilização foi ganhando formas de chamar atenção da população, como a iluminação de prédios e monumentos públicos com a cor da campanha. 

Não existe uma informação oficial de quando e onde se usou a iluminação pela primeira vez. O fato é que hoje o movimento está presente em vários países do mundo e cada região usa meios de fomentar a discussão, conscientização e prevenção do câncer de mama. 

A campanha no Brasil

Uma das primeiras ações do Outubro Rosa no Brasil se deu no ano de 2002. O Mausoléu do Soldado Constitucionalista, monumento conhecido como o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, ganhou iluminação cor-de-rosa.

A iniciativa foi de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa, que ganhou apoio de uma conceituada empresa de cosméticos da Europa. 

Desde então, o movimento foi crescendo no Brasil e atualmente figura como principal campanha voltada para a prevenção do câncer de mama no país. 

É importante ressaltar que a campanha, hoje em dia, também conscientiza sobre outras doenças, como o câncer de colo uterino, um dos que mais afetam mulheres no país. 

Confira também:

Quais os sintomas de câncer no ovário? Leia o conteúdo e descubra

Quais exames de rotina a mulher deve fazer regularmente?

Ações realizadas durante a campanha 

O Outubro Rosa é um movimento que proporciona o contato mais próximo entre as mulheres e os cuidados médicos. 

Durante a campanha, hospitais (públicos e privados), empresas, Organizações Não Governamentais (ONGs) e diversos parceiros realizam ações voltadas para a conscientização e prevenção do câncer de mama. 

Entre elas estão:

  • Instrução sobre o autoexame da mama;
  • Palestras sobre cuidados e saúde da mulher;
  • Exame de mamografia;
  • Recepção de cabelos doados por voluntários para a confecção de perucas; 
  • Roda de conversas com mulheres que venceram a doença;
  • Trabalhos de apoio às mulheres que enfrentam a doença, entre outras ações.

A importância do movimento para as mulheres

O movimento Outubro Rosa é mais do que uma campanha de saúde. É o momento que proporciona às mulheres, principalmente às que têm menos acesso à saúde, informação e cuidados médicos. 

É durante a campanha que muitas mulheres recebem pela primeira vez atendimento médico voltado para o câncer.

Por meio dos exames disponibilizados, têm a oportunidade de descartar ou confirmar um diagnóstico e, dependendo do resultado, são encaminhadas ao tratamento o mais breve possível.

A campanha é, portanto, um importante meio de reduzir a mortalidade por câncer de mama no Brasil, um dos mais comuns entre as mulheres no país. 

Como ajudar na causa

Diversos setores da sociedade costumam formar correntes de apoio no Outubro Rosa. São empresas, hospitais, ONGs e muitos outros grupos que se disponibilizam a contribuir. Mas você sozinho pode ser um agente fundamental na causa. 

Como contribuir? 

Chame atenção para a causa

Use as redes sociais para propagar notícias e alertas sobre o câncer de mama, principalmente de fontes oficiais, como a página do Ministério da Saúde e de outras instituições. 

Seja um voluntário

Busque iniciativas locais que possuem menos visibilidade e que provavelmente necessitam de ajuda voluntária. As mais comuns são Organizações Não Governamentais (ONGs). 

Faça uma doação

Muitas mulheres perdem o cabelo durante o tratamento do câncer e por isso precisam de perucas. Você pode doar cabelo ou mesmo quantias em dinheiro em prol do tratamento dessas mulheres. 

Incentive as mulheres da família

Se alguém na família estiver na faixa etária de alerta para o câncer de mama, a partir dos 40 anos, incentive a busca por acompanhamento médico periódico. 

Quanto mais mulheres se prevenirem, menos vítimas da doença o mundo terá a cada ano. Gostou deste assunto? Agora que você já sabe como surgiu o Outubro Rosa, a sua importância e como contribuir com a causa, faça a sua parte. E confira outros assuntos do nosso blog. Clique aqui e acesse gratuitamente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Todos os anos, diversas instituições públicas e privadas se unem no mês de outubro com um só objetivo: conscientizar a população, especialmente as mulheres, sobre o ...

Todos os anos, diversas instituições públicas e privadas se unem no mês de outubro com um só objetivo: conscientizar a população, especialmente as mulheres, sobre o ...

MAIS LIDAS

Resultados apontam redução no tempo médio de internação, no número de mortes e na realização ...

A nova cepa do coronavírus foi identificada no Reino Unido, mas já está presente em ...

Samel trouxe dicas de especialistas para te ensinar como recuperar olfato e paladar perdidos ...