Como uma pessoa assintomática transmite o coronavírus? Entenda

samelblog
2 de fevereiro de 2021
Aperte o play e escute este artigo na íntegra!

É fato que parte considerável da população carrega o novo coronavírus sem desenvolver a covid-19. São os chamados casos assintomáticos. Uma questão recorrente é: uma pessoa assintomática pode transmitir o vírus para outras pessoas?

Os cientistas apontam que sim, os assintomáticos são um “complicador a mais” no combate à pandemia. Afinal, elas são transmissoras silenciosas do vírus, muitas vezes sem mesmo saber que estão infectadas. 

O que ainda não está claro é se todas as pessoas que não apresentam sintomas da covid-19 são capazes de transmitir a doença e em que grau. 

Mas, afinal, o que são considerados assintomáticos? Assintomático X pré-sintomático: qual a diferença? De que forma eles podem transmitir a doença? 

Para entender essas e outras questões, é só continuar a leitura!

O que são os considerados assintomáticos?

Um paciente assintomático é aquele que recebeu resultado positivo em testes de RT-qPCR para o SARS-CoV-2, mas sem apresentar sintomas ou anormalidades em exames de imagens. 

Ou seja, uma pessoa que foi infectada pelo vírus (e ainda o carrega), mas não chegou a adoecer e não apresentou qualquer sintoma da covid-19, nem mesmo os mais leves. 

Muitas vezes, por causa da falta de sintomas e por não saber como se prevenir, os assintomáticos não procuram ajuda médica e acabam sem nem saber que estão infectados. 

Não deixe de conferir também:

Nova cepa do coronavírus: o que se sabe sobre ela? A Samel explica

Como as vacinas agem no organismo de uma pessoa? Leia e descubra

E os pré-sintomáticos: o que quer dizer isso?

Uma pessoa com o Sars-CoV-2 assintomática não desenvolve os sintomas da covid-19, como febre, tosse e dificuldade para respirar, mesmo os testes apontando resultado positivo para o vírus. 

Já um pré-sintomático também está com o vírus em circulação no corpo, mas no período de incubação. Ou seja, é uma questão de tempo, geralmente dias, para que os sintomas se desenvolvam.

Existem também pessoas com sintomas leves, mas que não correlacionam com a doença. Como o sintoma é subjetivo, naturalmente tende a confundir com outras infecções, como a gripe, por exemplo.  

Proporção de assintomáticos e pré-sintomáticos é indefinida

A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que é muito difícil determinar a proporção de assintomáticos e de pré-sintomáticos entre os casos de covid-19, justamente pela falta de testagem em massa. 

A falta desse dado dificulta o estudo sobre o impacto da transmissão desses grupos entre a população. No entanto, os especialistas estão convencidos da transmissibilidade relacionada aos assintomáticos. 

O diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, atestou que a transmissão por meio de pacientes assintomáticos existe. ”Estamos absolutamente convencidos de que a transmissão por pessoas assintomáticas está ocorrendo, a questão é saber quanto”, disse.

Como uma pessoa assintomática transmite o vírus?

Os assintomáticos, mesmo sem saber, acabam contribuindo para a disseminação do vírus na população. O simples fato de carregar o sars-cov-2, mesmo sem desenvolver os sintomas da covid-19, é suficiente para infectar outras pessoas.

A forma com que essa transmissão ocorre é a mesma de um paciente que desenvolveu os sintomas: por gotículas contaminadas e em contato direto com pessoas saudáveis. 

Apesar dos cientistas não saberem a proporção dos infectados assintomáticos na população, sabe-se que eles têm papel importante na propagação do vírus. É por isso que a OMS reforça a importância de seguir todas as recomendações de prevenção e segurança, que valem para todos:

  • Distanciamento/ isolamento social;
  • Higienização das mãos com álcool em gel 70% ou com água e sabão;
  • Manter os ambientes sempre limpos;
  • Uso de máscaras;
  • Evitar sair de casa sem extrema necessidade;
  • Não tocar olhos, boca e nariz;

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os casos pré-sintomáticos e assintomáticos da covid-19, é hora de intensificar os cuidados. Seguir todas as orientações de prevenção da OMS e se resguardar ao máximo. 

No blog da Samel, você encontra outros conteúdos voltados para a covid-19. Não deixe de conferir também: Como as vacinas agem no organismo de uma pessoa? Leia e descubra

coronavíruscovid-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

É fato que parte considerável da população carrega o novo coronavírus sem desenvolver a covid-19. São os chamados casos assintomáticos.

É fato que parte considerável da população carrega o novo coronavírus sem desenvolver a covid-19. São os chamados casos assintomáticos.

MAIS LIDAS

Resultados apontam redução no tempo médio de internação, no número de mortes e na realização ...

A nova cepa do coronavírus foi identificada no Reino Unido, mas já está presente em ...

Samel trouxe dicas de especialistas para te ensinar como recuperar olfato e paladar perdidos ...