Saúde infantil: por que os bons hábitos devem começar na infância?

samelblog
30 de dezembro de 2021

Adotar hábitos saudáveis na infância é fundamental para que a pessoa cresça e se torne um adulto com mais qualidade de vida. E isso envolve tanto os cuidados com o corpo quanto com a mente, pois ambos estão intimamente relacionados.  

Nesse sentido, cabe aos pais ou responsáveis incentivarem os bons hábitos, seja em casa, seja na escola, pois a saúde infantil requer estímulo e participação de todos em sua volta.

Então, como incentivar os cuidados com a saúde ainda na infância? Quais hábitos podem ser estimulados? Leia o conteúdo que a Samel preparou e saiba mais!

Saúde infantil: 5 hábitos para estimular na infância

Veja a lista de hábitos que você pode ajudar a introduzir na rotina das crianças:

1. Alimentação saudável

O cuidado com a alimentação deve ser estimulado ainda na primeira infância, logo após o desmame, quando novos alimentos começam a ser introduzidos no cardápio da criança. 

Esse período é fundamental para a descoberta de novos gostos e preferências na hora das refeições. E, por isso, nada mais importante que oferecer alimentos naturais e de alto valor nutricional, como as frutas e legumes. 

Na escola, o assunto alimentação também precisa entrar em pauta, com trabalhos envolvendo o cultivo dos alimentos, colheita e até mesmo seu preparo. Quanto mais dinâmica e interessante for a atividade, mais eficiente será para a aceitação dos pequenos.

Assim, tanto a família quanto a escola podem contribuir com a alimentação saudável, 

um dos costumes que certamente acompanharão a pessoa para a vida toda. 

2. Prática de atividades físicas

Crianças são normalmente muito abertas a novas experiências. Adoram brincar, pular, se sujar e se divertir. Essas atividades ajudam não apenas a fortalecer o sistema imunológico da criança, mas também a estimular exercícios que reduzem o risco de desenvolver doenças provenientes do sedentarismo, como a diabetes, por exemplo.  

Para isso, tanto a família quanto a escola possuem papel fundamental. A prática de gincanas, danças, recreação e esportes são grandes aliadas da saúde infantil e que com certeza servirão de base para uma vida saudável no futuro.

Confira também:

Acidentes domésticos com crianças: atenção e cuidado são indispensáveis

Dermatite infantil: quais os tipos mais comuns e como tratá-las?

3. Brincadeiras

Brincar, além de proporcionar à criança momentos incríveis usando a imaginação, ajuda a desenvolver a criatividade, a coordenação motora, a cognição e, além disso, ensina lições muito importantes para a vida, como:

  • O respeito às diferenças;
  • A convivência em grupo;
  • Esperar a vez;
  • O respeito às regras e convenções sociais, entre outros. 

Por isso é importante que os pais ou responsáveis não impeçam a criança de brincar. Ao contrário, que estimulem as brincadeiras, principalmente em grupo e com crianças de sua faixa etária. 

É por meio das brincadeiras que as crianças adquirem grandes aprendizados!

4. Socialização 

O convívio social, nos mais diferentes ambientes, ajuda no desenvolvimento saudável dos pequenos. Por meio dessas experiências, a criança aprende a lidar com as emoções, tanto boas quanto ruins, como a frustração, por exemplo. Assim, desenvolve a capacidade de superá-las de forma mais rápida e menos dolorosa.

A socialização também proporciona à criança uma visão mais ampla e tolerante do mundo, crucial para a formação dos valores, do caráter, do respeito e solidariedade com o próximo, tornando-o um indivíduo socialmente saudável.

5. Rotina de higiene e autocuidado

Claro, não poderiam ficar de fora os cuidados com a higiene pessoal. Afinal, ela faz parte da rotina e ajuda a prevenir doenças físicas dos mais variados tipos. Os pais devem não só incentivar o autocuidado como ser exemplos dentro de casa. 

Entre os cuidados básicos da rotina da criança devem estar:

  • Lavar as mãos antes e depois das refeições e sempre que necessário;
  • Tomar banho diariamente;
  • Escovar os dentes regularmente.

Hábitos como esses ajudam a proteger a criança de germes que podem causar doenças. 

Para formar a consciência dos pequenos quanto à própria saúde, é fundamental a participação dos pais, da família, da escola e de todos os grupos sociais onde a criança está inserida.

A saúde infantil é resultado de um conjunto de fatores e os pais possuem papel principal nessa formação. No blog da Samel você tem acesso gratuito a diversos conteúdos. Leia também: Transtorno do espectro autista (TEA): o que é e como identificar?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Adotar hábitos saudáveis na infância é fundamental para que a pessoa cresça e se torne um adulto com mais qualidade de ...

Adotar hábitos saudáveis na infância é fundamental para que a pessoa cresça e se torne um adulto com mais qualidade de ...

MAIS LIDAS

Resultados apontam redução no tempo médio de internação, no número de mortes e na realização ...

A nova cepa do coronavírus foi identificada no Reino Unido, mas já está presente em ...

Samel trouxe dicas de especialistas para te ensinar como recuperar olfato e paladar perdidos durante ...