Ginástica laboral no trabalho: quais os benefícios dessa prática?

samelblog
21 de setembro de 2021

Você sabe como aplicar a ginástica laboral no trabalho? Ela foi desenvolvida pensando justamente na prevenção de doenças ocupacionais provocadas principalmente pelo ambiente de trabalho. 

A ginástica laboral inclui uma série de exercícios com objetivo de beneficiar a saúde do trabalhador e consequentemente da empresa. Essa técnica, além de aliviar dores de quem passa horas sentado, pode trazer mais disposição e melhorar a produtividade dos funcionários.  

Quer conhecer melhor essa técnica e descobrir como aplicá-la no seu trabalho? Leia o conteúdo que a Samel preparou e descubra como é simples dedicar um tempinho para bem-estar na empresa.

Acompanhe!

Afinal, o que é ginástica laboral?

Para entender o que é ginástica laboral, é preciso compreender que qualquer tipo de atividade física é bem-vinda para o corpo humano. Pode ser feita no parque, na rua, na academia e até mesmo no ambiente de trabalho.

A ginástica laboral é exatamente isso: uma série de exercícios físicos realizados dentro do expediente. O objetivo mais amplo da prática é melhorar a saúde e a qualidade de vida dos colaboradores, evitando lesões por esforço repetitivo e outras doenças ocupacionais.

Trata-se de uma intervenção que dura aproximadamente 15 minutos, feita no próprio local de trabalho. É importante que ela seja feita sob orientação de profissionais especializados.

Os exercícios da ginástica laboral podem ser feitos em qualquer horário, no início, meio e/ou fim do expediente de trabalho. Eles são baseados em:

  • Técnicas de alongamento;
  • Respiração;
  • Controle e percepção corporal;
  • Reeducação postural;
  • E compensação dos músculos. 

Um dos grandes benefícios a médio e longo prazo é a redução do absenteísmo.

Não deixe de conferir também:

Colaborador feliz. Confira 8 dicas de bem-estar e saúde no trabalho

Como o bem-estar dos funcionários afeta o desempenho de uma empresa?

Benefícios da ginástica laboral no trabalho

Os benefícios da ginástica laboral no trabalho são grandes, além dos quais já comentamos no início. Os principais são:

Prevenção de lesões

As atividades laborais trabalham o fortalecimento do sistema osteomuscular e ainda proporcionam benefícios fisiológicos, com o fortalecimento do sistema cardíaco e respiratório.

Redução do estresse

Motivo de adoecimento e diminuição do rendimento do trabalhador, o estresse pode ser reduzido pela ginástica laboral. Uma pesquisa do CPH Health mostrou que:

  • 100% dos colaboradores participantes da prática e do estudo reconhecem a ginástica laboral como minimizadora do estresse;
  • 91% relataram o aumento da interação entre os funcionários;
  • 55% apontaram que a adesão ao programa os incentivou à prática de exercícios fora do ambiente de trabalho.

Melhora do bem-estar emocional

Ambientes corporativos normalmente exigem controle para lidar com pressões rotineiras. A ginástica laboral auxilia na redução das tensões emocionais, ajudando na melhora da atenção e concentração nas atividades.

Ergonomia

A ergonomia, ciência que estuda a relação do homem com as condições de trabalho e estabelece normas para esse relacionamento, também é um dos pontos beneficiados pela ginástica laboral. 

Com ela, os exercícios ajudam tanto na ergonomia física, organizacional e cognitiva, beneficiando o colaborador e a empresa. 

Como é feita a ginástica laboral?

Agora que você já sabe o que é ginástica laboral é hora de compreender melhor como funciona a prática. Em suma, é realizado o  alongamento do tronco, cabeça, membros inferiores e membros superiores. Há diferença nos exercícios executados de acordo com a função do colaborador.

Existem três modalidades diferentes da prática. Veja abaixo:

  1. Ginástica laboral preparatória — para ser realizada no início da jornada de trabalho, com duração de 10 até 20 minutos. A ideia é preparar o colaborador para suas tarefas do dia, despertando e aquecendo os grupos musculares;
  2. Ginástica laboral compensatória — também com duração de 10 até 20 minutos, essa modalidade foi desenvolvida para ser realizada no meio do expediente, com o objetivo de compensar as tensões que possam ter sido adquiridas durante o dia e corrigir a postura;
  3. Ginástica laboral de relaxamento —  realizada no final da jornada de trabalho, costuma durar apenas 10 minutos e seu maior objetivo é a redução do stress, bem como oxigenar as estruturas musculares.

Agora que você já conhece os benefícios da ginástica laboral no trabalho, é hora de sugerir e aplicar essa técnica no seu ambiente de trabalho. Que tal? Acompanhe o blog da Samel e acesse conteúdos sobre saúde, qualidade de vida e bem-estar gratuitamente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Você sabe como aplicar a ginástica laboral no trabalho? Ela foi desenvolvida pensando justamente na prevenção de doenças ocupacionais provocadas principalment...

Você sabe como aplicar a ginástica laboral no trabalho? Ela foi desenvolvida pensando justamente na prevenção de doenças ocupacionais provocadas principalment...

MAIS LIDAS

Resultados apontam redução no tempo médio de internação, no número de mortes e na realização ...

A nova cepa do coronavírus foi identificada no Reino Unido, mas já está presente em ...

Samel trouxe dicas de especialistas para te ensinar como recuperar olfato e paladar perdidos ...